24ª CRE na parceria que vai melhorar a rede elétrica de escolas

O Coordenador Adjunto da 24ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Geraldo Reck Fogliarini, e o assessor jurídico, Manoel Ghiringhelli Felix, estiveram, no Palácio Piratini, em Porto Alegre, para acompanhar a assinatura, pelo Governador do Estado, José Ivo Sartori, da parceria que vai melhorar a rede elétrica de duas mil escolas estaduais – cerca de 90% da rede de e ensino –  do Rio Grande do Sul. Outro cachoeirense, Luciano Figueiró, da assessoria para assuntos municipais do Governo do Estado, também esteve presente na cerimônia.
O termo de cooperação assinado entre o Governo do Estado e oito instituições de ensino superior RS prevê que alunos do curso de Engenharia Elétrica façam a elaboração de projetos de melhoria e conserto da rede elétrica nas escolas estaduais.
O Coordenador Adjunto da 24ª CRE informou que a região será atendida pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), que é uma das integrantes do acordo. “A ordem de execução das obras elétricas será definida de forma que as primeiras escolas a serem contempladas sejam as que possuem maiores necessidades”, explicou Fogliarini.
Conforme o Governo do Estado, um total de 75 universitários foram contratados como estagiários em diferentes regiões do RS. Esses alunos irão até as escolas fazer levantamento de dados e serão monitorados pelos professores do curso. Os projetos também serão validados pelos técnicos do Estado antes de dar início às obras. A estimativa é que cada estagiário apresente três projetos por mês. Quando forem finalizados, o Estado fará licitação para definir as empresas que farão a execução das obras.
R$ 40 milhões em melhorias
O repasse inicial para as obras elétricas nas escolas será de R$ 40 milhões, com prioridade para os casos emergenciais, segundo o Governo do Estado. Há situações, por exemplo, em que computadores e condicionadores de ar estão instalados, mas não podem ser ligados porque a rede elétrica, antiga em muitos casos, não suporta. Algumas obras devem ser concluídas até o fim do ano.
Para o Governador José Ivo Sartori, todos saem ganhando. “Sempre digo que, com foco, união e criatividade, podemos vencer as burocracias e avançar muito. Não posso deixar de agradecer às universidades pela sensibilidade e compreensão. É uma grande atitude de gestão, focada na eficiência da aplicação dos recursos e na melhoria dos serviços entregues para a sociedade. Essa parceria vai qualificar a rotina de milhares de crianças e jovens. É uma excelente notícia para a volta às aulas”, disse Sartori, durante a solenidade de assinatura do termo de cooperação.
Universidades parceiras:
– Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
– Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS)
– Universidade de Caxias do Sul (UCS)
– Universidade de Passo Fundo (UPF)
– Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI)
– Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
– Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-riograndense (IFSul), de Pelotas
– Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
Converse com a Fandango