Balneários da região sem condições de Banho. Praia Nova aprovada mais uma vez pela FEPAM

O oitavo relatório de balneabilidade da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) apontou sete praias impróprias no Rio Grande do Sul. Na comparação com a semana passada, subiu de seis para sete o número de pontos sem condições de banho. De acordo com o boletim, o Balneário Nova Palma, em Nova Palma; a Lagoa do Peixoto, em Osório; a Praia das Areias Brancas, em Rosário do Sul; e o Balneário de Mata, em Mata; passaram a integrar a lista.

Seguem sem condições de banho a Praia Recanto das Mulatas, em Barra do Ribeiro; a Praia Carlos Larger, em Candelária; e o Balneário Rainha do Sol, em Manoel Viana. Conforme o relatório o relatório, tornaram-se balneáveis a Praia de Passo Real, em Dom Pedrito; o Balneário Rebelo, em Tapes; e o Balneário Distrito de Ernesto Alves, em Santiago.

Todos os pontos impróprios estão localizados em águas interiores, e nenhum fica no litoral. Neste verão, a Fepam monitora 79 localidades, até 2 de março.

Converse com a Fandango