Mortes nas Estradas Federais do RS aumentaram em 2017

O número de mortos nas estradas federais do Rio Grande do Sul cresceu 12% em 2017 em relação ao ano anterior. É o que mostra um levantamento divulgado hoje pela Polícia Rodoviária Federal. Em 2017 foram 390 mortos, contra 348 em 2016.

Apesar disso, houve redução no número total de feridos e acidentes. No ano de 2016 a PRF registrou 7.503 acidentes, enquanto que no ano passado foram 6.381, representando queda de 18%. Foram 5.701 feridos, em 2016, e 5.567 no ano passado – uma retração de 2%.

Na fiscalização de trânsito, os autos de infração emitidos tiveram incremento de 20%, sendo 146.071 em 2016 e 176.535 em 2017. Conforme a PRF, o número de pessoas fiscalizadas caiu de 596.744 para 556.379, mas as autuações por falta do uso do cinto de segurança pelos condutores e passageiros cresceram de 11.582 para 15.490 (33%).

A PRF adverte que os três itens causadores de grande parte das mortes no trânsito também tiveram acréscimo. Autuações por excesso de velocidade chegaram a 208.432 em 2017, contra as 202.894 de 2016. Já as ultrapassagens indevidas resultaram em 19.121 autuações no ano passado e 16.701 em 2016 (aumento de 13%). Os autuados por embriaguez ao volante representaram 17% a mais de uma ano pra outro, com 3.317 em 2016 e 3.895 em 2017.

Converse com a Fandango