Cachoeira do Sul é o município com maior Valor Adicionado Bruto da agropecuária no RS

A Fundação de Economia e Estatística (FEE), sob a coordenação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou nesta quinta-feira, 14, o Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios para 2015.

Porto Alegre tem o maior PIB do Rio Grande do Sul (R$ 68,1 bilhões), seguido por Caxias do Sul, Canoas, Gravataí, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul, Triunfo, Pelotas e Rio Grande. Desses municípios, Triunfo não estava entre os 10 maiores em 2014. São Leopoldo, que era o nono município em 2014, ficou fora da lista dos 10 maiores em 2015, caindo para 11ª posição.

Os 10 maiores municípios do Estado representaram 42,0% do PIB total do RS. Eles possuem, em geral, maior participação da indústria e dos serviços no valor adicionado bruto (VAB) e menor participação da agropecuária. O setor serviços destaca-se como atividade mais importante nesses municípios, sendo responsável pela maior parte do valor gerado.

O município com maior Valor Adicionado Bruto da agropecuária no Estado foi Cachoeira do Sul (1,4% do VAB da agropecuária gaúcha). Nesse município, destacam-se as produções de soja e arroz como as principais atividades dentro da agropecuária. Na sequência, parecem Uruguaiana (arroz e bovinos), Tupanciretã (soja), Dom Pedrito (arroz e soja), Alegrete (arroz e bovinos), São Gabriel (soja e arroz), Itaqui (arroz), Santa Vitória do Palmar (arroz), Vacaria (soja e maçã) e São Borja (arroz e soja).

INDÚSTRIA

Entre os municípios de maior VAB da indústria, Porto Alegre está em primeiro lugar, ganhando a posição que vinha sendo ocupada por Caxias do Sul desde 2003. Com o aprofundamento da crise em 2015, o setor industrial foi um dois mais afetados, destacando-se a queda no VAB industrial ocorrida em Caxias do Sul (setores metalmecânico e automotivo), Gravataí (automotivo) e Bento Gonçalves (moveleiro). No outro sentido, Canoas (refino) e Triunfo (químico) destacam-se por terem aumentando seu VAB, devido à melhora nos preços desses setores da indústria.

A concentração da indústria em poucos municípios continuou presente em 2015. De todo o VAB industrial do Estado, 51% está concentrado em apenas 14 municípios.

 

Converse com a Fandango