Fiocruz pedirá autorização para uso emergencial de vacina contra covid-19 no Brasil até esta terça-feira

O Brasil está muito próximo de ver concretizado seu primeiro pedido de uso emergencial de uma vacina contra o coronavírus junto à Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). A informação foi apurada junto a técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que no país é responsável pelo desenvolvimento da AstraZeneca feita em parceria com a Universidade Oxford.

A intenção é requisitar autorização para uso emergencial do imunizante  no mais tardar, na terça (5).

— Vamos tentar e — afirmou um integrante do grupo envolvido na documentação que será remetida à Anvisa.

Se isto acontecer, a expectativa é de que a vacina seja autorizada pela agência ainda no mês de janeiro.O prazo pode ser até menor que 10 dias. Diretores da Fiocruz estiveram reunidos com a diretoria da Anvisa pela manhã.

Assim, o Brasil teria condições de começar a imunização dos brasileiros em janeiro, e aí dependeria apenas da organização do Ministério da Saúde e da Fiocruz para a distribuição e aplicação das doses.

Esta resposta é importante porque inicialmente a Anvisa havia definido um prazo de 10 dias, a partir de uma padrão que leva em consideração o que os outros países estão praticando. A novidade, portanto, é a Anvisa admitir que este prazo pode ser menor já que já recebeu uma série de dados de etapas anteriores de estudos sobre a vacina.

 

fonte Gaúcha/ZH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *