Atualizados os números de leitos de UTI nos painéis covid-19 do Estado

A Secretaria da Saúde (SES) atualizou os dados de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto em seus painéis de monitoramento da covid-19 (covid.saude.rs.gov.br e ti.saude.rs.gov.br/covid19). São 479 leitos SUS que já vinham na prática sem receber pacientes e que serão retirados da contabilidade, atendendo às decisões do Ministério da Saúde que decidiu por não custear mais esses leitos e os excluiu da tabela de habilitações do Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES).

Das mais de 1,5 mil unidades que foram abertas emergencialmente para dar conta da demanda crescente da pandemia, o Ministério da Saúde manterá 366 leitos agora convertidos em leitos de UTI geral, deixando de ser exclusivo covid-19 e abrindo a possibilidade de receber pacientes com outras doenças.

Rede de UTI Adulto no RS
– Leitos SUS: 1.299
– Leitos privados: 725
– Total de leitos: 2.024

Ocupação de pacientes em 28/06/22
– 1.813 pacientes em UTI Adulto
– 154 pacientes confirmados com covid-19 (8,5%)
– 53 pacientes suspeitos de covid-19 ou outra SRAG (2,9%)
– 1.606 pacientes por outras causas

A rede de leitos UTI do SUS está sendo reorganizada no Estado desde março. A reestruturação foi necessária em virtude da desabilitação, por parte do Governo Federal, de leitos que vinham recebendo recursos federais para atender exclusivamente pacientes com covid-19. No início de 2020 o Rio Grande do Sul possuía 933 leitos de UTI adulta SUS. De forma emergencial, essa quantidade foi ampliada em mais de 150% durante a pandemia. Agora, com a redução das internações, o Ministério da Saúde definiu por encerrar esse tipo de leito.

O custeio deste tipo de leito é de responsabilidade do Ministério da Saúde. Apesar do encerramento, o número de leitos que continuarão em atividade é considerado suficiente para atender a demanda da população gaúcha. De acordo com recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde, que é de ao menos um leito para cada 10 mil habitantes.

Converse com a Fandango