Atualização do Plano de carreira dos Servidores da Saúde está mobilizando comissões

A necessidade de atualização do plano de carreira do funcionalismo municipal da saúde, pauta que desafia a gestão pública há pelo menos duas décadas e que ficou mais evidenciada a partir da pandemia da Covid-19 devido a falta de médicos no quadro funcional, está fazendo com que a Secretaria Municipal da Saúde retome o diálogo com as categorias profissionais. Os primeiros a serem contatados para participar deste processo foram servidores da Medicina, que já em agosto passado debateram sua pauta de reivindicações com o titular da SMS, Marcelo Figueiró. A temática está demandando diferentes frentes de trabalho na Saúde. “Nas várias reuniões feitas com os médicos de lá para cá, uma comissão da categoria foi formada para colaborar na elaboração de uma proposta básica”, destaca o secretário, reiterando tratar-se esta de uma mobilização a longo prazo que passará a envolver também servidores das demais áreas de atuação.

“Mais do que isso, como uma pauta multissetorial, o plano de carreira da SMS fará com que ampliemos as tratativas até a Procuradoria Jurídica e as secretarias da Administração, da Fazenda e de Governo, além do Conselho Municipal de Saúde”, complementou. Nos esforços já deflagrados por Figueiró acerca do tema, incluiu-se ainda o chamamento ao Legislativo, formalizado pelo titular da Saúde em ambas as participações que teve recentemente na Câmara Municipal, dias 24 e 26 de maio, quando foi acionado pelos vereadores a prestar informações sobre a gestão da pasta. “Não é novidade a dificuldade que o Município enfrenta na contratação de médicos, por exemplo, devido a defasagem dos salários em relação a cidades vizinhas, de porte bem menor que a nossa. Portanto, vamos precisar de um esforço coletivo da comunidade para construirmos uma solução com um novo plano de carreira para a saúde. Entendo que esta casa (o Legislativo) possa colaborar muito formando uma comissão para discutir especificamente este tema”. As comissões de Justiça e Redação e a de Finanças prontamente colocaram-se à disposição para analisar o tema em conjunto.

Converse com a Fandango