Supermutirão da dengue percorreu 635 propriedades no bairro São José

Mais 635 imóveis foram visitados nesta sexta-feira (20/05) pelo supermutirão contra a dengue no Bairro São José, na zona norte da cidade. Até o momento, já são 3.511 residências e estabelecimentos contabilizados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde na averiguação em massa, que já percorreu também os bairros Oliveira, Noêmia, Santa Helena, Marina e Quinta da Boa VistaO objetivo da força-tarefa é identificae eliminar criadouros e focos de larvas do mosquito Aedes aegyptio agente transmissor da doença. Nesta edição, foram seis equipes atuando em 21 quarteirões, todas orientando os moradores da região para os procedimentos que evitam a proliferação dos insetos e, consequentemente, contaminação pela dengue.

O diferencial no Bairro José foi a atenção redobrada dedicada ao Cemitério Municipal, conhecido por concentrar vasos e demais recipientes acumulando água, tanto que o ponto integra o calendário regular de trabalho do Setor de Endemias do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS). Desde o início da campanha de combate à doença já foram 31 quarteirões percorridos nos bairros Oliveira e Otaviano, 28 no Noêmia, 24 quarteirões no Santa Helena, 22 no Marina e outros 21 no Quinta da Boa VistaO próximo supermutirão está previsto para terça-feira (24/05) no Bairro Medianeira. Denúncias de situações de risco e reincidências devem ser feitas ao Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) pelos telefones 3724-6112 e 3723-1351.

NÚMEROS DO BAIRRO SÃO JOSÉ

Quarteirões percorridos – 21

Propriedades visitadas – 635

Propriedades vistoriadas – 415 (entraram e eliminaram os focos)

Propriedades fechadas – 207 (imóvel sem acesso)

Recusas de moradores – 13 (acessos não autorizados pelos moradores)

SUPERMUTIRÕES ATÉ AGORA

Oliveira – 422 propriedades

Noêmia – 649 propriedades

Santa Helena – 721 propriedades

Marina – 544 propriedades

Quinta da Boa Vista – 540 propriedades

Converse com a Fandango