Cachoeira irá enviar uma comitiva à Brasilia para agilizar no Ministério da Infraestrutura projeto da Ponte do Fandango

Uma comitiva de Cachoeira do Sul tem viagem marcada para Brasília para tratar da obra da Ponte do Fandango. A agenda com o Ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho, será no próximo dia 24, às 15h.

No pleito do grupo está o início da obra da Ponte, que foi interditada em 29 de outubro de 2021 após apresentar rachadura em uma das vigas de sustentação. Lá para cá, após uma intervenção emergencial do Dnit, foi possível liberar a passagem de veículos leves, ônibus e caminhões toco (dois eixos). Caminhões com três eixos ou mais ainda precisam passar pela Balsa Deusa do Jacuí, pela balsa do São Lourenço ou fazer a volta passando por outros municípios da região.

Em um encontro com o superintendente regional do Dnit no Rio Grande do Sul, Hiratan Pinheiro da Silva, para tratar sobre a obra de reforma da Ponte do Fandango, ele afirmou ao grupo que o contrato com a empresa que fará a obra estará assinado até o final deste ano. No entanto, quando aconteceu o encontro em 4 de maio, ainda estava sendo feito o projeto da obra pelo Dnit para somente depois iniciar o processo de contratação da empresa. Após iniciada a obra, o prazo para a empresa concluir o trabalho será de 18 meses.

Os nomes que já estão confirmados na comitiva de Cachoeira:

– Angela Schuh: Vice-prefeita de Cachoeira do Sul

– Marcos Carneiro: Secretário de Obras

– Fernando Cantarelli: Secretário de Agricultura e Pecuária

– Nelson Azevedo: Presidente da Câmara de Vereadores

– Marcelo Martins: Vice-presidente da Câmara de Vereadores

– Paulo Falcão: Sicredi

– Senador Luiz Carlos Henze

– Deputado Federal Afonso Hann

Outros nomes devem ser confirmados nos próximos dias.

Converse com a Fandango