Aprovado uso da Coronavac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso da Coronavac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. O pedido do Instituto Butantan era do uso a partir dos 3 anos, mas a Anvisa limitou a extensão, tendo como base os resultados preliminares dos estudos clínicos apresentados.

A decisão foi unânime, tomada pela diretoria colegiada da reguladora, visto que a vacina não possui registro definitivo, cabendo aos diretores deliberarem sobre o tema. A indicação da Anvisa prevê que a dose para crianças seja a mesma destinada a adultos: 600 SU do antígeno do vírus inativado em 0,5 ml. O intervalo entre as aplicações deverá ser entre 2 a 4 semanas.

O pedido foi feito em 15 de dezembro de 2021 pelo Instituto Butantan, responsável pela Coronavac. O primeiro processo foi apresentado em julho de 2021 e, em agosto, a agência decidiu por não aprovar a extensão do uso da vacina, considerando que, à época, não havia dados suficientes para sustentar o aval da reguladora.

Converse com a Fandango