Secretaria do Meio Ambiente intensifica fiscalização na causa animal

A atual gestão da Secretaria Municipal de Meio Ambiente elegeu a causa animal como uma das prioridades de trabalho. As atividades, que têm o respaldo do prefeito José Otávio Germano e da primeira-dama, Vanessa Simon, estão concentradas na fiscalização e qualidade de vida dos animais.

A reestruturação do Cempra, a ampliação do número de castrações, a aquisição do castramóvel e a intensificação das ações de fiscalização em via pública, com a ajuda da Brigada Militar, são algumas das ações que deram vigor à causa animal em Cachoeira do Sul.

Em complemento às ações de fiscalização, o Meio Ambiente vê como fundamental a consciência de cada tutor no cuidado e responsabilidade com seu animal. “Atendemos denúncias todos os dias, sem contar as questões que a Brigada verifica pelo sistema de câmeras de monitoramento da cidade”, relata o coordenador do Cempra, Renier Paschoal.

Segundo ele, a atuação da Brigada, junto com a equipe do Meio Ambiente, é fundamental para o atendimento cotidiano da causa animal.

Égua que era usada em tração foi abandonada na rua – Na semana passada, uma denúncia de abandono de cavalo em via pública chegou ao Cempra.

Rapidamente, e com o apoio da BM, a equipe se deslocou ao Bairro Habitar Brasil 2 e encontrou a égua, que tem cerca de 12 anos, em estado crítico e debilitada.

Os primeiros atendimentos foram feitos na rua pelo veterinário Pedro Schlabitz e, na sequência, o animal foi levado ao Cempra. O tutor, que utilizava o cavalo para tração de carroça, fugiu do local antes da chegada da Brigada.

O Cempra tem hoje, sob seus cuidados, 25 cavalos. Eles serão reabilitados e colocados para adoção por intermédio das ONGs parceiras. Segundo Paschoal, o Meio Ambiente tem feito fiscalizações frequentes, inclusive à noite, para recolhimento de animais soltos em via pública. “Quando apreendemos, colocamos um chip no animal. Se o proprietário paga a multa e recolhe o animal, e acontece deste mesmo animal ser encontrado solto na rua, não tem mais a possibilidade de ser devolvido, é colocado para adoção”, explica o coordenador.

Novas ações – O Cempra prepara agora duas novas ações relacionadas à causa animal. Uma delas é a notificação dos proprietários e chipagem de todos os animais que são encontrados amarrados em locais públicos, como trevos, calçadas e canteiros. Inicialmente, será uma abordagem em forma de aviso, mas a reincidência acarretará no recolhimento do animal.

Os animais usados em tração também serão cadastrados e chipados para maior controle nas ações de fiscalização.

Denúncias – Os cidadãos que verificarem situações de abandono e maus tratos devem denunciar, colaborando assim com o trabalho do Meio Ambiente. Denúncias de casos urgentes devem ser feitas pelo 190 – Brigada Militar. Outras questões devem ser reportadas através do Protocolo Geral da Prefeitura para que a Secretaria possa verificar a situação in loco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *