Secretaria da Saúde estima que serão necessárias 263 mil doses de Coronavac para completar segunda dose no RS

Em meio à escassez de ampolas de Coronavac em municípios do Rio Grande do Sul, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) informou que falta 40.470 doses para completar o esquema vacinal (segunda dose) contra a Covid-19 em idosos que receberam a primeira injeção a partir da remessa distribuída no dia 20 de março. Além disso, as autoridades alertam que “também haverá necessidade de 223.400 doses para a segunda imunização dos vacinados com a remessa distribuída no dia 26 de março”.

A Secretaria explica que o intervalo preconizado para o imuzinante produzido pelo Instituto Butantan a partir de tecnologia desenvolvida na China, de 28 dias, deve ser contabilizado a partir do dia da aplicação da vacina, que ocorre de acordo com organização própria dos municípios. “A data de 20 de março corresponde à distribuição das doses às 18 coordenadorias regionais de saúde. Nos dias seguintes, já nos municípios, as vacinas começam a ser aplicadas”, diz a pasta ao explicar cálculo.

Em função do atraso na entrega de insumos vindos da China ao Instituto Butantan, o Ministério da Saúde (MS) não está mais recebendo os quantitativos esperados de vacinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *