Deputados Gaúchos irão decidir destino da Corsan nesta terça-feira

A semana começa, tanto entre governistas como na oposição, com articulações prévias para garantir, para um ou outro lado, resultado favorável na votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) 280/19 na Assembleia Legislativa. A PEC, de autoria do deputado Sérgio Turra (Progressistas), é a que extingue a necessidade de realização de plebiscito para decidir sobre a venda da Corsan, do Banrisul e da Procergs. Sua votação, em primeiro turno, está marcada para ocorrer no Plenário na sessão desta terça-feira.

O Executivo, que em contatos e articulações com deputados governistas e independentes assegura possuir número de votos ligeiramente superior aos 33 necessários para a aprovação da PEC, de público mantém a cautela. “A votação é como uma partida de futebol. Só está ganha depois que o juiz apita o final. O que posso dizer é que as diferentes bancadas da base ou que apoiam o texto estão consolidando convicção e que esta convicção hoje está em um nível bastante elevado”, resume o líder do governo na Assembleia, deputado Frederico Antunes (Progressistas).

Para ser aprovada, a PEC precisa dos votos de 33 dos 55 deputados estaduais, em dois turnos. Em tese, o Executivo conta com certa tranquilidade, apesar de já ter sido surpreendido antes.

 

 

fonte Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *