Primavera traz expectativa de redução nas chuvas sobre o RS

Fazendo um breve panorama de setembro até aqui, como era previsto, as chuvas retornaram ao RS e boa parte do Estado já apresenta anomalias positivas de precipitação. Como mencionado, independente de a La Niña se consolidar ou não, é normal haver redução nas chuvas (volume e frequência) a partir de novembro, principalmente.

O que chama atenção neste ano é que alguns modelos numéricos têm sinalizado a redução das chuvas já em outubro. O modelo CFSv2  prevê chuvas abaixo da média climatológica para os meses de outubro, novembro e dezembro. Já o Modelo Regional Climatológico implementado no Centro de Pesquisas e Previsões Meteorológicas, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) prevê, para outubro, precipitações entre 20 e 40% abaixo da média.

Em novembro, as anomalias deverão ser ainda maiores, com a precipitação devendo ficar 80% abaixo da média. Já para dezembro, o modelo da UFPel prevê precipitações dentro do normal. O boletim deles pode ser acessado através do link: https://wp.ufpel.edu.br/cppmet/files/2020/09/Bol_Primavera.pdf

Em outubro, no entanto, é comum a formação dos CCMs (Complexos Convectivos de Mesoescala), tempestades que se formam no Norte da Argentina e avançam para o Noroeste do RS. Com isso, dependendo da intensidade e frequência desses eventos, algumas regiões do Estado poderão registrar precipitação acima da média.

 

Converse com a Fandango