Não tem fila de espera para cirurgias de hérnia, vesícula e útero na saúde de Cachoeira, diz Secretaria

As cirurgias eletivas de vesícula, hérnia, ovários e útero  e postectomia, que ficaram suspensas do dia 16 de março até o dia 2 de maio, foram retomadas em Cachoeira do Sul e não possuem, atualmente, demanda represada. A informação da Secretaria Municipal da Saúde é que 194 procedimentos cirúrgicos foram realizados, nestas quatro especialidades, de maio até hoje. O tempo máximo que um paciente aguarda para uma destas cirurgias é de 60 dias e todas elas são realizadas no HCB.

As cirurgias eletivas são aquelas consideradas sem caráter de emergência, mas que promovem grande diferença na vida do paciente. A suspensão destas cirurgias ocorreu em todo país, em função da pandemia do novo Coronavírus. Aos poucos, o Ministério da Saúde foi liberando a realização das mesmas nos hospitais. Mesmo com a liberação, conforme informações da Secretaria da Saúde, muitos pacientes não querem fazer a cirurgia quando são chamados. Esse é um dos fatores para a fila ter andado mais rapidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *