Aulas da Educação Infantil são retomadas em pelo menos sete cidades do Estado

No primeiro dia de retomada das aulas presenciais de educação infantil, segundo o cronograma proposto pelo governo do Estado, pelo menos nove cidades se encontravam dentro das condições estabelecidas pelo governo do Estado para voltar às aulas. A adesão, no entanto, ainda era baixa mesmo dentro destes municípios.

Caxias do Sul foi a que apresentou maior movimento:  40 instituições – de um total de 150 – tiveram plano de contingência apresentado ao município aprovado e puderam retomar as atividades. No município de São Marcos, um dos primeiros da Serra a acolher a flexibilização estadual referente às aulas presenciais em escolas particulares de educação infantil, 60 crianças devem voltar às atividades nas três escolas da cidade entre a terça-feira (8) e a manhã de quarta-feira (9). Em Bento Gonçalves, o movimento retomou em 18 escolas de Educação Infantil.

Em Garibaldi e Carlos Barbosa, a volta às aulas presenciais não foi de sala cheia nas poucas escolas de Educação Infantil que decidiram reabrir na rede particular. Os municípios somam um total de 15 instituições, mas a reportagem conseguiu contatar três em funcionamento nesta manhã.

Já em Flores da Cunha, segundo a prefeitura, das 10 escolas que atendem no município, apenas uma vai retomar as atividades nesta semana: a Brincando e Construindo, que pretende reabrir nesta quarta-feira (9). As outras nove escolas da cidade se programam para reabrir na próxima segunda-feira (14).

Em Bagé,  a adesão das instituições de ensino foi baixa na cidade. Das 20 escolas que estão aptas a voltar, apenas duas planejam a volta efetivamente.  A prefeitura de Lajeado decidiu postergar para a partir de 15 de setembro a volta das atividades presenciais da Educação Infantil nas escolas privadas do município. Na rede pública, a previsão é de retomar as escolinhas em 1o de outubro, exclusivamente para crianças de quatro e cinco anos.

 

 

fonte Gaúcha/ZH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *