Ulbra/Cachoeira suspende atividades administrativas por 15 dias

Informamos que as atividades administrativas e acadêmicas presenciais dentro do campus da Ulbra Cachoeira do Sul estão suspensas por 15 dias, como mais uma medida preventiva ao COVID-19 e em atendimento ao decreto de nº 17.2020 de 20 de março de 2020 do Executivo Municipal. Essa determinação passa a vigorar a partir de 21 de março de 2020.

                Neste período todas as dúvidas ou solicitações de cunho acadêmico, administrativo e financeiro, que sejam de interesse dos(as) nossos(as) alunos(as), deverão ser encaminhadas para um dos seguintes endereços eletrônicos: direcao.cachoeira@ulbra.brasspedagogicacds@ulbra.br ou cacds@ulbra.br.

                A Ulbra Cachoeira do Sul deverá retomar suas atividades administrativas de atendimento ao público após esses 15 dias de suspensão, a saber, 03 de Abril, podendo o retorno ser modificado a qualquer tempo conforme normatizações supervenientes.

                As atividades acadêmicas (aulas) continuarão acontecendo via plataforma AULA e outras ferramentas digitais disponibilizadas pelos docentes de cada disciplina, seguindo as orientações institucionais já repassadas a toda a comunidade acadêmica. Ressaltamos, no entanto, que as atividades acadêmicas presenciais deverão retornar somente dia 18 de Abril, conforme comunicação da Ulbra RS divulgada em 19/03.

                A Instituição, no cumprimento do seu papel como Universidade da região, toma essa medida como forma de prevenção e combate ao COVID-19, reforçando sua responsabilidade social.

                Lembramos que esta decisão Institucional é necessária, mas não suficiente para a contenção da pandemia, exigindo que as pessoas mantenham as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde, principalmente sobre a correta higienização de mãos e a não aglomeração.

                Por último, lembramos que não entramos em férias. As atividades acadêmicas se ajustaram ao imprescindível isolamento social para que tenhamos êxito no combate ao Coronavírus.

Converse com a Fandango