Crianças de 6 a 11 meses tem que fazer dose extra de vacina contra Sarampo, alerta Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde está fazendo um chamamento para as famílias de crianças com idade entre 6 e 11 meses para receber uma dose extra de vacina contra sarampo.

A vacina contra sarampo já está na composição da triviral (sarampo, caxumba e rubéola) que faz parte do calendário aos 12 meses e da tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) que faz parte do calendário aos 15 meses.

A ação é uma resposta imediata do Ministério da Saúde em decorrência do aumento de casos da doença em 11 estados. Na região Sul do Brasil, já existe um caso confirmado no Paraná. O Brasil registrou, nos últimos 90 dias, entre 19 de maio a 10 de agosto de 2019, 1.680 casos, a grande maioria em São Paulo.

O Ministério da Saúde está fazendo esta vacinação como uma medida preventiva. Em surtos anteriores foram as crianças menores de um ano que evoluíram para casos mais graves e óbitos. Por isso, é preciso que todas as crianças na faixa prioritária sejam imunizadas contra o vírus do sarampo.

Censo pela vacina da febre amarela

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cachoeira do Sul, Andréa Santos, frisa também que os moradores da zona rural do Munício estão recebendo a visita dos profissionais da saúde que estão fazendo o Censo da vacina contra Febre Amarela, que termina no próximo dia 30 de agosto. Estes profissionais estão informando também que todas as salas de vacinas estão aplicando diariamente a vacina contra febre amarela, assim como tríplice viral.

Converse com a Fandango