Bancos leiloam imóveis, carros e até eletrodomésticos com até 78% de desconto

Plataformas online de leilões negociam imóveis, terrenos e veículos com preço abaixo do valor de mercado.

O Feirão de Imóveis do Santander leiloa 1.002 unidades em todo o país, com lances iniciais entre R$ 20,4 mil e R$ 8,6 milhões. Há opções comerciais, industriais e residenciais com descontos de até 78%. O prazo final para os lances, dependendo do imóvel, vai de 26 a 30 de agosto.

Os interessados podem dar lances em santanderimoveis.com.br. No site, os compradores podem conhecer detalhes dos imóveis, como tamanho, número de cômodos, localização e se a propriedade está ocupada. Os pregões são realizados pelas leiloeiras Biasi, Frazão, Leiloei, Sold e Zukerman.

Os compradores encontram maior número de opções em São Paulo, com 337 unidades disponíveis para arremate. Uma delas é um apartamento desocupado de 54 metros quadrados no Tatuapé, na zona leste da cidade, com lance inicial de R$ 238,7 mil.

Há imóveis que podem ser financiados com taxas a partir de 7,99% e pagos em até 35 anos. No caso dos imóveis residenciais desocupados, o comprador pode utilizar o FGTS para o pagamento do sinal. Também há desconto de 10% para compras à vista.

A plataforma da Zukerman Leilões reúne mais de 600 imóveis de leilões de diversas instituições financeiras, como Itaú, Bradesco, Santander, Inter e Safra. As propriedades oferecidas são casas, apartamentos, terrenos e prédios comerciais, ocupados e desocupados. Para participar da negociação e oferecer lances, os interessados devem se cadastrar no site.

Quem procura por veículos encontra opções no leilão judicial da MaisAtivo. Com R$ 1,5 mil, o comprador pode dar lances em um Fiat Palio, ano 2003. É possível encontrar também um caminhão Wolksvagem Mercedes Benz, modelo 914-C e ano 2000, por R$ 33 mil.

Utensílios e eletrodomésticos também estão na lista. Há opções como fogão, com lance inicial de R$ 60, mesa de madeira 2×1 metro, por R$ 90, e lavadora de roupas por R$ 120.

A MaisAtivo também leiloa imóveis e terrenos. Interessados podem fazer lances no site da leiloeira até 27 de agosto.

Ao participar de um leilão, é preciso ler com atenção o edital de venda e o registro da propriedade. No edital, por exemplo, consta se os antigos proprietários já deixaram o local.

Como leiloeiros não se responsabilizam por eventuais danos, que podem não ser perceptíveis por imagem, é recomendável visitar a propriedade para ver suas condições estruturais, o que evita gastos extra com reformas.

 

 

 

 

fonte FolhaPress

Converse com a Fandango