FETAG inicia parceria com governo Eduardo Leite

O governador eleito do Estado, Eduardo Leite, foi convidado pela direção da FETAG para tomar um café com produtos da agricultura familiar. O motivo do encontro foi fazer uma aproximação com o novo chefe do Executivo, que a partir de 1° de janeiro assumirá o comando do Rio Grande do Sul nos próximos quatro anos. Na campanha eleitoral, a FETAG entregou uma pauta a todos os candidatos que visitaram a Casa da FETAG na Expointer, entre eles Leite. E nesta manhã foi a oportunidade de falar pontos específicos da pauta ao novo governador, como a manutenção da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), uma das pastas que tem relação direta com a agricultura familiar.
O presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, considerou importante a visita do governador eleito à Federação, mesmo antes dele assumir, permanecendo por mais de uma hora para escutar, atentamente, as demandas da agricultura familiar. “Reforçamos o conteúdo da pauta entregue em Esteio e fizemos alguns questionamentos, como, por exemplo, o que pensa da SDR, se vai mantê-la ou não. Dissemos a ele que, para a FETAG, é uma questão de honra a manutenção da pasta em decorrência do trabalho que ela vem desenvolvendo, assim como sua relevância à  agricultura familiar. Ouvimos que não está em seus planos extinguir a SDR”, revelou.
Joel e seus colegas de diretoria falaram, ainda, em saúde, educação, meio ambiente, Secretaria da Agricultura, Nota Fiscal Eletrônica, Bloco do Produtor, fortalecimento da Emater, seja financeiramente como na melhoria de sua estrutura. “Constatamos que ele está alinhado com as nossas propostas, considerando-as interessantes, bem como colocando seu futuro governo à disposição para trabalhar de forma conjunta. Então, esperamos que as pessoas que trabalharem com Eduardo Leite tenham um perfil bem definido, isto é, sejam conhecedores da área de atuação, bem como articuladores. Que ouçam as entidades antes de criar políticas para que possam ser construídas de forma conjunta. Ficamos felizes por ele afirmar que assim trabalhará e de portas abertas à FETAG e demais entidades do setor”, completou.
Leite disse que a FETAG representa parcela importante da comunidade gaúcha e por conseguinte da economia. “Eu tenho certeza que poderemos atuar nos próximos quatro anos muito em parceria em prol do interesse de todos os gaúchos, num meio rural com qualidade de vida e com oportunidades para trabalhar e gerar desenvolvimento, emprego e renda. Com certeza teremos boas parcerias e estaremos de portas abertas. Ficamos felizes por encontrar aqui na FETAG uma entidade aberta  em prol do desenvolvimento do RS”, observou.
Em relação a manutenção da SDR, Leite qualificou como uma demanda legítima. “Estamos construindo um modelo de governo e trabalhamos com a lógica da manutenção da SDR. Nas próximas semanas ajustaremos o formato final de como deverá ser a estrutura de governo, mas podem ter certeza de que o apoio ao pequeno produtor e a defesa do trabalhador da área rural estarão representados em nosso governo”, garantiu.  Além de Joel, participaram o vice-presidente Nestor Bonfanti, Lérida Pavanelo, coordenadora estadual de Mulheres, Elisete Hintz, tesoureira-geral, e Diana Han Justo, 1ª secretária. Leite esteve acompanhado do vice-governador Ranolfo Viera Júnior e demais assessores.
Converse com a Fandango