Ações Governo restabelecem aos poucos transporte e distribuição de combustível e alimentos no Estado

Em nova reunião de avaliação sobre desabastecimento no estado pelo Gabinete de Crise, com a participação do governador José Ivo Sartori, foram contabilizados 181 acompanhamentos de escoltas de caminhões desde o último domingo (27) e 64 pedidos represados, mas gradativamente atendidos. O encontro do grupo de trabalho da Defesa Civil e secretários ocorreu nesta segunda-feira (28), na Secretaria de Segurança Pública (SSP). Porto Alegre e Região Metropolitana concentram as principais operações para comboios de transportes, sobretudo para combustível, ração animal e alimentos perecíveis. Não foi registrado nenhum incidente.

As situações mais graves estão sendo identificadas para cargas vivas, transporte de ração e nos setores de avicultura, suinocultura e laticínios no interior. As demandas de propriedades rurais para indústrias seguem paralisadas e estoques de leite estão sendo descartados. 

Devido ao provisionamento e à organização dos complexos hospitalares, as ocorrências para medicamentos foram sensivelmente diminuídas, com atendimento para combustível de ambulâncias. A Brigada Militar e o Corpo de Bombeiros auxiliam os motoristas no transporte de caminhões de abastecimento, incluindo casos de condução dos veículos das distribuidoras. A interlocução conjunta da Defesa Civil com os operadores de combustíveis vem agilizando o processo de transporte de combustível tanto para a capital como interior. Piquetes montados em Canoas não interferem nas operações.

Converse com a Fandango