Aprovado projeto que permite contratar até 800 guarda-vidas civis no RS

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou,  aval para que o governo gaúcho contrate até 800 guarda-vidas civis em caráter temporário, por um período de quatro anos, para execução de atividades de salvamento aquático no Rio Grande do Sul.

De acordo com a proposta, a responsabilidade pela seleção, treinamento, emprego operacional, acompanhamento e dispensa dos guarda-vidas civis temporários vai ser o Corpo de Bombeiros Militar.

O período das atividades de salvamento aquático também vai ser ampliado, de cinco para seis meses – entre novembro e abril.

A medida vai  permitir que o Corpo de Bombeiros tenha tempo hábil para a seleção e treinamento dos guarda-vidas civis que vão atuar na Operação Golfinho em 2019.

 

Converse com a Fandango