Governo do Estado quitou a folha de abril nesta quinta

O governo do Estado conclui, nesta quinta-feira (10), o pagamento integral dos salários do mês de abril para todos os servidores do Executivo. A partir da arrecadação do ICMS registrada ao longo do dia, a Secretaria da Fazenda conseguiu reunir R$ 339,1 milhões necessários para quitar a folha aos funcionários com rendimento líquido acima de R$ 7.000. São 29.426 vínculos (8,5%) que restavam pendentes desde a virada do mês.

Os créditos serão lançados na conta bancária entre o final da tarde e início da noite. Com um dia de antecedência à previsão inicial, a quitação integral se deve pelo ingresso do ICMS sobre os setores de energia elétrica, combustíveis e telecomunicações. Repasses federais que o Estado tem direito no FPE (Fundo de Participação dos Estados) também contribuíram para viabilizar o pagamento nesta quinta-feira.

A parte líquida da folha do mês passado fechou em R$ 1,185 bilhão, sem considerar os valores das consignações. Ao todo, o Executivo contempla mais de 341 mil vínculos entre ativos, inativos e pensionistas. A receita líquida ficou em R$ 2.771 bilhões em abril, enquanto o total das despesas neste período chegou a R$ 3,934 bilhões. O resultado da venda das ações do Banrisul (R$ 480,4 milhões) e a variação dos saldos do caixa único (R$ 88,5 milhões) ajudaram a reduzir a insuficiência financeira no fechamento de abril para R$ 594,6 milhões.

FOLHA SALARIAL DE ABRIL – SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO

  •  Dia 30/4 – Até R$ 4.500 líquidos (268 mil matrículas) – R$ 590,6 milhões
  •  Dia 30/4 – 4ª parcela do 13º salário de 2017 – R$ 117 milhões
  •  Dia 30/4 – Indenização pelo atraso / folha de março – R$ 1,5 milhão
  •  Dia 3/5 – Quitação integral – funcionários das fundações – R$ 25,7 milhões
  •  Dia 3/5 – Até R$ 5 mil (280 mil matrículas no acumulado) – R$ 60,5 milhões
  •  Dia 8/5 – Até R$ 6 mil (297 mil matrículas no acumulado) – R$ 98,3 milhões
  •  Dia 9/5 – Até R$ 7 mil (311 mil matrículas no acumulado) – R$ 96,6 milhões
  •  Dia 10/5 – Quitação integral (341.114 matrículas no acumulado) – R$ 339,1 milhões.
Converse com a Fandango