Faltam cerca de 40 medicamento na Farmácia do SUS de Cachoeira

A Secretaria Municipal da Saúde de Cachoeira do Sul está com dificuldade de adquirir dois medicamentos controlados da sua lista básica de medicamentos. Está em falta o cloridrato de fluoxetina (antidepressivo) e nos próximos dias acabará também o diazepan (ansiolítico).

O problema aconteceu porque as empresas vencedoras do processo licitatório utilizaram todos os seus prazos de entrega e neste mês de abril, após o aumento do preço dos medicamentos, solicitaram reajuste nos preços e os prazos para chamar as empresas seguintes acabaram. A solução agora será fazer um pedido emergencial, que mesmo assim precisará seguir prazos legais.

De acordo com farmacêutico José Ricardo Kunrath Rodrigues, a Prefeitura recebe R$ 2,36 habitante/ano do Governo do Estado e R$ 5,48 habitante/ano do Governo para a compra de medicamentos controlados, valor insuficiente para custear os gastos com estes medicamentos, sendo sempre necessário uso de outros recursos para pagar as compras.

Acompanhamos diariamente o drama de quem precisa medicamento controlado e sabemos o quanto eles são importantes para quem necessita. Nos preocupamos em ter todos os 110 medicamentos da nossa lista básica, mas as tiras de glicose, controlados e antibióticos são prioritários”, frisa Ricardo. Hoje a Secretaria Municipal da Saúde está com falta de cerca de 40 medicamentos.

Converse com a Fandango