Audiência pública na Assembléia discute serviços dos Correios no Estado

A crise na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos será debatida na Comissão Mista Permanente de Defesa do Consumidor e Participação Legislativa Popular da Assembleia Legislativa. A audiência pública ocorrerá no dia 25 de abril, na sala João Neves da Fontoura (Plenarinho), a partir das 18h15min. Proponente da audiência, o deputado estadual Elton Weber (PSB) está preocupado com a situação dos servidores e dos cidadãos que utilizam os serviços da empresa.

Weber esteve reunido com diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do RS (SintectRS) Carlos Alberto Duarte e Aristóteles Neto, que solicitaram apoio para reverter o desmonte. De acordo com os sindicalistas, além de problemas de gestão, a estatal sofre com déficit de pessoal, o que afeta a prestação de serviços à população.

Desde 2011 sem a realização de concurso público e com o desligamento servidores em planos de demissão ou aposentadoria nos últimos anos, a empresa precisaria repor hoje 2 mil carteiros no Estado para reestabelecer o atendimento. Os sindicalistas também defendem a reestruturação do atual plano de carreira da empresa que, segundo eles, não funciona.

Sensível a situação que afeta a população urbana e rural que sofre com o atraso na entrega de correspondências, fechamento de postos e restrição de horário de atendimento externo, Weber espera que a audiência possa apontar caminhos: “Os Correios atravessam uma situação muito difícil, nós queremos discutir saídas para que a empresa, com grande capilaridade no país, retome a credibilidade e a imagem de eficiência.”

Foram convidados para a audiência o vereador Carlos Roberto Dias da Fonseca (PSB), Sindicato dos Trabalhadores dos Correios no RS (SintectRS), Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Câmara de Vereadores, prefeituras, associações de bairro e federações.

Converse com a Fandango