Começa nesta segunda as atividades do Mês da Cultura Guarani em Cachoeira

Inicia nesta segunda-feira as atividades comemorativas ao Mês da Cultura Guaraní e II Fórum Indígena, promovida pela Secretaria do Trabalho e Ação Social através da Equipe Volante do CRAS Frota. Esta é a primeira vez que Cachoeira do Sul promove uma programação especial para celebrar a cultura guarani, que possui duas aldeias no Município: a Guabiju, na Mineração e a Araxanty, na Cordilheira.

A proposta é mostrar para a comunidade a cultura indígena. Na programação está uma exposição da cultura no Museu Municipal, exposição de artesanato e o II Fórum Indígena. No Fórum, será feito um resgate da primeira edição, que aconteceu em 2015, além de um debate sobre a evolução das questões levantadas na época e uma roda de conversa.

EXPOSIÇÃO – A exposição sobre a cultura guarani preparada pelo Museu Municipal – Patrono Edyr Lima, ficará aberta a comunidade entre os dias 17 de abril a 18 de maio. Nela estarão expostos quadros que mostram a chegada no povoamento, origem, localização dos Guarani em Cachoeira do Sul, herança indígena, escola indígena e curiosidades da cultura Guarani. Também estarão expostos o artesanato dos Guarani. A exposição pode ser visitada de manhã das 8h30min às 11h30min e pela tarde das 14h às 17h.

Importante

Na segunda-feira (16) à tarde, acontecerá a abertura da exposição com os integrantes das comunidades Guarani com apresentação no Museu Municipal. Esta atividade é destinada a equipe do Museu, Stas, convidados e os integrantes das comunidades indígenas.

Programação

De 16 de abril (segunda-feira)

14h – Abertura – Tribuna da Câmara, após visita ao Museu Municipal.

19/04 (quinta-feira)

Entrevista no Programa Rádio Repórter da Fandango AM/FM as 11hs10 – Breve histórico da comunidade indigena em Cachoeira do Sul – representante do setor pedagógico da SMED – Elisabete da Silva e lideranças indigenas locais.

23/04

Das 9h às 16h30m

II Fórum Indígena:

Participante: Mariana Soares – Antropologa da Emater/RS – ASCAR, Central de Porto Alegre, Assistente Técnica Estadual dos Povos Indígenas

Ignacio Kunkel – Coordenação Adjunta do Conselho Estadual dos Povos Indigenas e Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)

Márcia Londero – Socióloga, SDR e Conselho Estadual dos Povos Indigenas -CEPI e lideranças indígenas Locais

Exposição e comercialização do artesanato das aldeias

Local: Auditório Casa de Cultura

24/04

Manhã

Mineração – Comunidade Indígena Guabiju – Ações em saúde

Tarde

Cordilheira – Comunidade Indígena Araxaty – Ações em saúde – SESAI

25/04

Manhã

Mineração – Comunidade Indígena Guabiju – Ações em saúde

Vacinação

Tarde – Cordilheira – Comunidade Indígena Araxaty – Ações em saúde – Vacinação – SESAI – SMAS

03/05

Ações em Saúde: Promovido pela 8ª Coordenadoria de Saúde e meio ambiente. Profissional: Mailis Nunes Robert Sventsen, representante da coordenadora da política de saúde indigena.

08/05

Dia todo

Nutrição e Alimentação -(Mineração)

Organização: SESAI

09/05

Dia todo

Nutrição e Alimentação (Araxaty)

Organização: SESAI

11/05

Exposição e Comercialização do Artesanato na Feira Livre

Organização: EMATER

18/05

I Gincana Indígena

Responsáveis: CaciquesApoio: STAS – CRAS FROTA – EQUIPE VOLANTE

Realização: STAS, SESAI, EMATER/RS ASCAR, SMED, Núcleo Municipal de Cultura e SMS

Apoio: SDR, CEPI, 24ª CRE, 8ª CRS, Coordenadoria Municipal da Mulher.

As aldeias

– Guabijú

Local: Mineração

População: 48 pessoas

Cacique: Luis Palácio

– Araxaty

Local: Cordilheira

População: 41 pessoas

Cacique: Ainda sem cacique. O líder era Lourenço da Silva, falecido no último mês de março

Converse com a Fandango