Produção industrial do Estado recua pelo segundo mês

O ano de 2018 tem sido de resultados negativos para a produção industrial do Rio Grande do Sul. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor caiu 1,1% em fevereiro se comparado a janeiro.

No primeiro mês do ano, a indústria gaúcha já havia recuado 3,5% se comparado a dezembro de 2017, quando o Estado foi destaque no setor, sendo o que mais cresceu em todo o Brasil com avanço de 6,8%.

Em fevereiro, o RS ficou atrás de sete regiões: Paraná, que teve a principal alta, com avanço de 3,3% no setor; Região Nordeste (2,6%); Pernambuco (1,3%); Rio de Janeiro (1,2%), Santa Catarina (0,9%), Bahia (0,9%) e Goiás (0%).

O Pará foi o Estado com maior recuo no seotr, com queda de 10,9%, seguido pelo Amazona (-5,9%), Mato Grosso (-4,4%), Minas Gerais (-2,8%), Espírito Santo (-1,1%), Ceará (-0,7%), São Paulo (-0,5%).

Se analisarmos o trimestre que envolve os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, o Rio Grande do Sul foi o segundo estado que mais cresceu, com avanço de 1,2% na indústria – ficando atrás apenas do Amazonas (4,3%). O resultado positivo é devido ao mês de dezembro. Na comparação com o mesmo mês de 2017, a indústria gaúcha cresceu 0,3% e, no acmuluado do ano, avançou 3,5%.

Converse com a Fandango