Mutirão para limpeza do prédio da Escola Monsenhor Armando Teixeira no Seringa

Depois que foi efetivada a municipalizada da Escola Monsenhor Armando Teixeira, no Passo do Seringa, interior de Cachoeira do Sul, os moradores se mobilizam para limpar o prédio onde o estabelecimento de ensino deve funcionar. A ideia é que as aulas, que eram ministradas no pavilhão comunitário, aconteçam o mais rápido possível no prédio, que tinha sido condenado pelo Estado devido a problemas na estrutura física.

No entendimento da Secretaria de Educação e dos pais, é possível o funcionamento da escola no prédio, que havia sido abandonado. Por isto, as famílias trabalham no corte da grama, na limpeza de paredes, janelas, teto e do pátio. Não existe ainda uma definição de quando o imóvel será ocupado pelos estudantes e professores.

Converse com a Fandango