Após 2 anos de burocracia do Governo Sartori, Escola do Passo do Seringa é Municipalizada

Aconteceu na manhã desta sexta-feira (23) a solenidade que definiu a municipalização da Escola Estadual Monsenhor Armando Teixeira, localizada no Passo do Seringa, interior de Cachoeira do Sul. Depois de uma espera de dois anos, enfim, as famílias manifestam contentamento pela passagem da gestão da escola do estado para a Prefeitura.

O ato foi realizado no salão da igreja da comunidade, onde eram ministradas as aulas em salas divididas por armários e lonas, porque o prédio do estabelecimento de ensino, devido às suas precárias condições, foi condenado pela Secretaria de Obras do Estado. A ideia da Secretaria Municipal de Educação é recuperar pelo menos duas salas para serem ocupadas pelos alunos.

A municipalização desejada pela comunidade avançou graças ao trabalho da atual gestão da 24ª Coordenadoria Regional de Educação, que destravou a questão legal do terreno da escola. Valeu a pressão dos pais que na semana passada foram à Prefeitura se reunir com o prefeito Sergio Ghignatti.

 IMPORTANTE

A assinatura, pelo prefeito de Cachoeira do Sul, Sergio Ghignatti, foi feita durante a reunião solicitada pela 24ª Coordenadoria Regional de Educação, que ocorreu no pavilhão da localidade, com a presença dos seguintes representantes da Coordenadoria: coordenador Adjunto, Geraldo Fogliarini, chefia pedagógica, Edileia Lemos Nunes, e assessor jurídico, Manoel Ghiringhelli Felix, além da comunidade escolar e representantes da Prefeitura.

Conforme Fogliarini, na tarde desta sexta-feira mesmo o contrato, que já estava assinado pelo Secretário de Estado da Educação, Ronald Krummenauer, será encaminhado à Secretaria de Estado da Educação, para publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) do ato que oficializa a municipalização.

Ele explicou que, a partir daí, o prédio e as matrículas serão repassados ao Município, que assumirá a gestão da escola. Atualmente, a escola conta com 9 alunos de primeiro ao quinto ano, número que tende a crescer com a possibilidade de oferta também de Educação Infantil, que é atribuição do Município.

Converse com a Fandango