Quatro Cachoeirenses foram beneficiados com o programa Bolsa Juventude Rural

A Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) informa que 502 candidatos preencheram os requisitos e foram habilitados para receber a Bolsa Juventude Rural. Para estimular a permanência de jovens no campo, este ano o governo do Estado aplicará R$ 1 milhão no programa.

A lista de candidatos habilitados e inabilitados foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (22) e pode ser conferida em anexo (no final do texto). Os candidatos considerados inabilitados terão prazo até o próximo dia 29 para apresentar recurso, e a lista final deve ser conhecida em abril.

4 cachoeirenses foram beneficiados para estudar na Escola Técnica Nossa Senhora da Conceição: Leandro Luis Raddatz;Ghilherme José Moraes Koen;Leon Ferreira do Canto e Helena Luiza Elesbão

“A Bolsa Juventude Rural é destinada a estudantes do 2º e 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas estaduais ou de instituições sem fins lucrativos em regime de pedagogia da alternância”, explica o secretário da SDR, Tarcisio Minetto.

Conforme o secretário, o objetivo é fazer com que os jovens implantem projetos produtivos em suas propriedades, juntamente com os pais. “A ideia é de que aproveitem o conhecimento obtido na escola com a prática na propriedade”, complementa.

Para concorrer ao Bolsa Juventude Rural, os estudantes devem se enquadrar em requisitos como ter entre 15 e 29 anos, ter Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP) ativa, baixa renda bruta familiar e menor valor da DAP. Os candidatos foram classificados por dois critérios: jovens em regime de internato e jovens que residem na maior distância entre a escola e residência.

Conforme estabelecido no edital, os recursos devem ser encaminhados por meio no site do programa.

 

ARQUIVOS ANEXOS

Converse com a Fandango