PP deixa o Governo Sartori

O Partido Progressista (PP) deixou o governo de José Ivo Sartori (MDB) nesta terça-feira. A exoneração dos secretários de Transportes, Pedro Westphalen, e de Agricultura, Ernani Polo, e do presidente do Instituto de Previdência (IPE), Otomar Vivian, foi publicada no Diário Oficial do Estado.

A saída do PP estava programada para o dia 15 de março, mas foi adiada para essa segunda-feira (19) a pedido do governador que pretendia sancionar as leis de reestruturação do IPE, que dividiram o órgão em IPE-Saúde e IPE-Prev, com a presença de Otomar Vivian. Contudo, os projetos ainda não foram sancionados por Sartori, o que deve acontecer nesta semana.

Após consultar os diretórios da sigla em todo o RS, o PP decidiu desembarcar do governo Sartori para ter candidato próprio ao Palácio Piratini. No próximo sábado (24), o partido realizará uma pré-convenção para escolher o candidato ao Piratini entre o deputado federal Luiz Carlos Heinze e o empresário Antonio Weck. A senadora Ana Amélia Lemos deve ser aclamada candidata à reeleição pela sigla.

Converse com a Fandango