Declarações do imposto de renda começa nesta quinta

A declaração de imposto de renda (IR) começa nesta quinta-feira, 1º, e vai até 30 de abril. São esperadas cerca de 28,8 milhões de declarações em todo o país, sendo 1,230 milhão em SC, 21 mil a mais que no ano passado. Como o governo não corrige a tabela desde 2015, tem havido um constante aumento no número de declarações.

Download do Programa    idg.receita.fazenda.gov.br

Quem enviar a prestação de contas no início do prazo, sem erros ou omissões, receberá mais cedo as restituições, caso tenha direito. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. As restituições começarão a ser pagas em junho, e seguem até dezembro, para quem não cair na malha fina. A multa para quem não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo corresponde a 20% do imposto devido.

Neste ano a prestação de contas ao Leão traz novas regras. Entre as principais mudanças estão a obrigatoriedade do CPF para dependentes que tinham oito anos ou mais até 31 de dezembro de 2017. Até o ano passado, o documento só era obrigatório para os dependentes com 12 anos ou mais.

Haverá também maior detalhamento na declaração de bens, com campos para preenchimento de informações como número de registros e matrícula. No caso de veículos, o Fisco pedirá o Renavam. Todas essas novas informações de bens, no entanto, ainda serão de preenchimento opcional, e só passam a ser obrigatórias em 2019. Mas quem preencher neste ano irá facilitar o trabalho na próxima declaração.

Outra novidade do IR é que será possível a emissão do Darf (Documento de Arrecadação), para quem tem imposto a pagar, inclusive em atraso, com os valores atualizados de juros (Selic) se optar por pagar em mais de uma parcela.

Converse com a Fandango