Sartori comemora: Banrisul tem o maior lucro líquido da história: R$ 1,05 bilhão

No ano em que completa 90 anos de existência, o Banrisul anunciou, nesta segunda-feira (19), uma marca histórica: o lucro líquido ficou em R$ 1,05 bilhão em 2017, 59,6% a mais do que em 2016. O lucro recorrente totalizou R$ 911,6 milhões em 2017, 39,8% superior ao apurado no ano anterior. Os números que detalham o desempenho do banco foram apresentados com a presença do governador José Ivo Sartori.

Sartori comemorou o resultado positivo, conquistado mesmo com as dificuldades financeiras do Estado. “Encerrar 2017 com um lucro líquido superior a um R$ 1 bilhão é sem dúvida uma marca histórica que reafirma a constante busca do Banrisul para ser um banco moderno, sustentável e, acima de tudo, eficiente”, destacou.

O governador parabenizou o presidente da instituição, Luiz Gonzaga Veras Mota, e toda a direção, formada essencialmente por técnicos. “Os números apresentados hoje só reforçam a minha convicção de ter feito a escolha certa ao formar uma equipe técnica e independente para comandar o banco público do Rio Grande do Sul. Precisamos de um Banrisul forte, que auxilie cada dia mais na economia do estado. Acredito que essa independência e esse profissionalismo reforçam a sua credibilidade”, falou.

O presidente Luiz Gonzaga Veras Mota explicou que o lucro recorde se deve a uma combinação de fatores. “Os motivos principais foram um grande corte de despesas, incluindo um plano de aposentadoria de funcionários. Também uma expansão e uma melhoria na qualidade da carteira de crédito, especialmente para pessoas físicas. Isso significa que um crédito que o banco fornece tem grande probabilidade de retornar, porque reduzimos o índice de inadimplência. E, aliado a isso, um forte crescimento das receitas de serviço, como cartões, seguros e consórcios. O conjunto desses valores formou o excelente resultado de 2017”, relatou.

O governador lembrou que, assim como a reação da economia pesou no bom desempenho da instituição, o banco ainda contribuiu para impulsionar o cenário econômico e, principalmente, projetos locais. “O Banrisul sempre foi parceiro das comunidades e dos municípios. Está presente em 93% das cidades gaúchas e segue apoiando as gestões municipais e todos os empreendedores para que continuem crescendo e gerando mais emprego e renda. Nesse sentido, vale dizer que o Banrisul é o principal financiador da construção civil, que tanto contribui para a oferta de vagas de trabalho. O Rio Grande do Sul tem uma economia forte, diversificada e moderna. E nosso governo vai seguir trabalhando, como fez até agora, com transparência, seriedade e sensibilidade social, para apoiar quem quer produzir”, salientou.

Converse com a Fandango