Censo Agropecuário completa dois meses com 167,7 mil questionários coletados no Estado

No Rio Grande do Sul, no dia 30 de novembro, final do segundo mês de coleta, já estavam na base de dados do Censo Agropecuário 167,7 mil questionários coletados. Os resultados parciais indicam que o ritmo de coleta até o momento permitirá a conclusão dos trabalhos no prazo. A coleta do Censo Agropecuário começou em 1º de outubro e segue até 28 de fevereiro, quando irá completar cinco meses de coleta. Em 2006, foram recenseados aproximadamente 442 mil estabelecimentos no Estado.

Novos Recenseadores incorporados ao Censo Agropecuário

Na segunda quinzena de novembro, cerca de 150 recenseadores foram incorporados à equipe de coleta no Estado, após a realização de um novo Processo Seletivo Simplificado, realizado já depois do início da coleta para os municípios nos quais o número de recenseadores estava abaixo do número de vagas disponíveis.

Para o coordenador operacional do Censo Agropecuário no Rio Grande do Sul, Luís Eduardo Puchalski, estes novos recenseadores já estão contribuindo significativamente para incrementar o ritmo de coleta no Estado. O grupo de novos recenseadores representa aproximadamente 10% do número total de recenseadores previstos para o Censo. Regiões com ritmo de coleta mais avançado também já estão transferindo vagas e recenseadores para as regiões onde é necessário incrementar a velocidade da coleta.

Na última semana de novembro, o ritmo de coleta no Rio Grande do Sul foi de aproximadamente 2,9 mil por dia. Mantida esta produtividade durante o mês de dezembro, o número de estabelecimentos recenseados ainda em 2017 deve chegar a aproximadamente 258 mil estabelecimentos.

Segurança

Todas as informações prestadas aos recenseadores têm o sigilo garantido por lei e os dados são utilizados exclusivamente para fins estatísticos. Os recenseadores estarão identificados com crachá, colete e boné do IBGE, e também portam um Dispositivo Móvel de Coleta (DMC) para o registro eletrônico dos dados. Em caso de dúvidas sobre a identidade dos recenseadores, os informantes poderão consultar o site www.respondendo.ibge.gov.br o 0800-721-8181.

 

José Luís Zasso-IBGE

Converse com a Fandango