Marlon Santos diz que prisão de Deputado Federal Carioca pelo STF é exagerada

O deputado federal Marlon Santos se pronunciou, em vídeo do facebook na tarde desta quarta feira (17) sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL – RJ). O parlamentar detido havia postado vídeo nas redes sociais onde fez apologia ao AI-5 e ao fechamento do supremo. O STF confirmou por unanimidade a prisão do parlamentar e em seguida Marlon Santos postou vídeo comentando, tanto a postura do supremo quanto a atitude do colega.

Ele supõe que Daniel tenha usado de manobra “politiqueira” em busca de evidenciar sua existência e posição política em seu estado e que o STF caiu na armadilha. Segundo Marlon, o fato alcançou a proporção que o autor queria exatamente porque a corte caiu na cilada. “O deputado exagerou? Sim, mas a atitude do supremo também é exagerada!” afirmou. “O parlamentar é o delegado do povo e foi eleito por uma fatia da sociedade que, queira ou não, pensa como ele” completou.

“Se depender de minha deliberação no Congresso Nacional como deputado, voto pela soltura do mesmo. A autoridade de um deputado não é menor do que a de um ministro do STF. A imunidade parlamentar existe para defender os interesses do povo que o elegeu. Ministros merecem ser respeitados como tal, mas não são Deus”, declarou Marlon.

“Absurdo! Todos cometeram exagero!” apontou o deputado. “A ditadura invocada pelo Daniel, acabou exatamente sendo exacerbada pelo Supremo”, completa. Marlon alerta sobre o fato inclinar a possibilidade de uma eleição de um presidente à bel prazer do STF. “Se eu um dia for preso porque botei a boca no trombone, renuncio ao mandato de deputado, porque sem democracia, não há razão de o sê-lo” acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *