Viagem Segura de Dia dos Pais reforça fiscalização de sexta-feira a domingo

O Dia dos Pais movimenta muita gente que se desloca pelas estradas por todos os pontos do estado. Com a m√©dia de uma morte no tr√Ęnsito a cada tr√™s horas e vinte e cinco minutos, a data mobiliza as autoridades, que realizam, a partir da zero hora desta sexta-feira (10), a 91¬™ edi√ß√£o da Opera√ß√£o Viagem Segura. A fiscaliza√ß√£o concentrada se estende por tr√™s dias, at√© a meia-noite de domingo (12).

A reuni√£o preparat√≥ria aconteceu na ter√ßa-feira (7), no C√≠rculo Militar, em Porto Alegre, sob a coordena√ß√£o do DetranRS, que apresentou dados estat√≠sticos de infra√ß√Ķes de tr√Ęnsito e de acidentalidade com v√≠timas fatais nas Opera√ß√Ķes Viagem Segura anteriores. A an√°lise aponta que o Dia dos Pais ocupa a segunda posi√ß√£o no ranking de acidentalidade em feriados e datas festivas, com m√©dia de 7,2 √≥bitos por dia de Opera√ß√£o Viagem Segura, atr√°s apenas do Dia das M√£es (8,3 √≥bitos/dia).

Confira os dados dos anos anteriores aqui.

Uma an√°lise da data nos √ļltimos 11 anos aponta um pico de acidentalidade fatal em 2012, quando morreram 33 pessoas em tr√™s dias. A menor m√©dia hist√≥rica foi em 2016 (3,3 mortes/dia), mas voltou a subir em 2017 (m√©dia de 8,7 mortes/dia). Nos √ļltimos dez anos, 236 vidas foram perdidas no fim de semana de Dia dos Pais.

Quando se observa a distribui√ß√£o das mortes pelos tr√™s dias de deslocamentos (sextas, s√°bados e domingos) de 2007 a 2017, destaca-se o s√°bado como o per√≠odo de maior concentra√ß√£o de mortes ‚Äď 9,3 em m√©dia, contra 6,2 na sexta-feira, e 8,1 no pr√≥prio domingo. A noite concentra a acidentalidade fatal nos tr√™s dias, superando as manh√£s, tardes e madrugadas por larga margem.

Essas mortes aconteceram predominantemente nas rodovias (71%), sendo 40% em federais e 31% em estaduais. Vinte e uma vidas foram perdidas no município de Porto Alegre. Passo Fundo também foi destaque negativo nesse ranking, com 14 óbitos, seguido por Rio Grande e Pelotas, com oito mortes cada um. Dentre as rodovias, as que registraram maior acidentalidade fatal foram a BR 116 (20 óbitos), a BR 386 e a BR 290 (18 óbitos cada uma) e a BR 285 (17 óbitos).

Sobre a Viagem Segura

Um dos principais programas de seguran√ßa no tr√Ęnsito do estado, a Opera√ß√£o Viagem Segura re√ļne √≥rg√£os de fiscaliza√ß√£o e institui√ß√Ķes parceiras para prevenir acidentes nos feriados e principais datas comemorativas. Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodovi√°rio da BM (CRBM), DetranRS e Pol√≠cia Civil refor√ßam a fiscaliza√ß√£o e promovem a√ß√Ķes de conscientiza√ß√£o com o apoio da ANTT, DNIT, Cetran/RS, DAER, EGR, Metroplan e Famurs, al√©m de representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club e o Instituto Zero Acidente.

Desde o feriado de Proclama√ß√£o da Republica de 2011 j√° foram realizadas 90 opera√ß√Ķes, com mais de 5,3 milh√Ķes de ve√≠culos fiscalizados e 200,9 mil testes de etil√īmetro realizados. Foram registradas mais de 939,5 mil infra√ß√Ķes, sendo 18,5 mil autua√ß√Ķes por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do baf√īmetro. A fiscaliza√ß√£o tamb√©m recolheu 88,6 mil ve√≠culos e mais de 24,1 mil CNHs.

Al√©m do Detran-RS, participaram do encontro no C√≠rculo Militar representantes da Autarquia, Brigada Militar e seu Comando Rodovi√°rio, Pol√≠cia Civil, ANTT, Cetran/RS, EGR, Metroplan, Famurs, √≥rg√£os de tr√Ęnsito dos munic√≠pios de Porto Alegre (EPTC), Cachoeirinha, Gravata√≠ e Gua√≠ba, al√©m do Lions Club.