Servidores da Prefeitura de Cachoeira exigem retirada da Câmara do projeto do plano de carreira

Servidores da Prefeitura de Cachoeira do Sul querem a retirada do projeto de lei  50 que altera o plano de carreira, encaminhado pelo Governo Ghignatti à Câmara de Vereadores. A decisão foi tomada em assembleia realizada no início da noite desta quinta-feira (13), no Ginásio Derlizão, e contou com a presença da diretoria do Sindicato dos Funcionários (Sincasul) e comissão de funcionários.

Além disso, os servidores que compareceram em expressivo número na assembleia, querem que o prefeito Sergio Ghignatti negocie as mudanças do plano de carreira diretamente com a categoria. Para tanto, vão encaminhar as propostas para o prefeito.

Também participaram da assembleia, representantes do Sindicato dos Professores (Siprom) e dos funcionários da Câmara de Vereadores. No encontro, foi comunicado que o Siprom realizará na próxima terça-feira (18) uma assembleia para uma tomada de posição da categoria, porque a proposta do Governo Ghignatti também prevê mudanças no plano de carreira do magistério.

Comente este artigo..