Prefeitura realizou audiência pública para apresentar projeto de licitação do transporte coletivo urbano

A Prefeitura Municipal promoveu na noite da quarta-feira, 7, na Casa de Cultura Liberato Salzano Vieira da Cunha, uma audiência pública para apresentação do Projeto Operacional do Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Cachoeira do Sul. A abertura da Audiência foi feita pelo vice-prefeito Cleber Cardoso e também teve a manifestação do secretário municipal de obras, Isaías Machado. As servidoras municipais Aline Rodrigues de Freitas dos Santos, do setor de licitações, e Tais Blaya, do setor de trânsito, explanaram sobre o projeto que teve como base o estudo do Plano Diretor de Transporte, realizado pela empresa Matricial Engenharia Consultiva.

Neste novo sistema de trânsito, a Prefeitura pretende implantar o monitoramento embarcado com uso de GPS, que integrará as informações de horários e tempo de rota, o sistema de bilhetagem eletrônica e o sistema de monitoramento em tempo real. Além disso, a licitação exigirá que a empresa que tiver a concessão do transporte apresente uma frota com 34 veículos, com idade média de 6 anos e idade máxima de 10 anos, sendo que 50% dos veículos devem ter acessibilidade no início da operação e 100% de acessibilidade aos 5 anos de operação, assim como 30% da frota deve ter ar-condicionado no início da operação e 100% com ar-condicionado até os 5 anos de operação.

Segundo o levantamento feito pela Prefeitura, o teto limite da tarifa será de R$4,26. Como a licitação seguirá o critério de menor preço, a empresa que ofertar menor valor, ganhará o contrato que terá vigência de 15 anos, podendo ser renovado por mais 15.

A Audiência Pública teve boa participação da comunidade, inclusive de alunos e professores da UFSM. O público presente fez alguns questionamentos em relação ao serviço que será oferecido, como as questões dos horários noturnos e dos valores mínimos a serem carregados nos cartões de passagem, todos respondidos pelas servidoras responsáveis pela apresentação. 

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *