Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Semana Santa

A Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal (PRF) iniciou na madrugada desta quinta-feira,¬† a Opera√ß√£o Semana Santa, que vai refor√ßar o policiamento ostensivo e preventivo em todo o Brasil at√© domingo (1¬ļ). A a√ß√£o conta com todo o efetivo da corpora√ß√£o e vai dar prioridade aos locais e hor√°rios de maior incid√™ncia de acidentes graves e de criminalidade. Ser√£o utilizados 250 radares, 1.824 etil√īmetros (baf√īmetros), 484 motocicletas e 1.398 viaturas.

Para garantir proteção aos passageiros, a equipe de agentes vai moderar o tráfego de veículos de carga nas rodovias, em horários de circulação mais intensa, e aumentar o monitoramento, observando se motoristas estão alcoolizados ou se utilizam o cinto de segurança.

Para que os condutores se percebam como respons√°veis em caso de acidentes e estejam conscientes de a√ß√Ķes capazes de reduzi-los, a pol√≠cia rodovi√°ria tamb√©m vai implementar¬† a√ß√Ķes de educa√ß√£o no tr√Ęnsito. O foco ser√° nos comportamentos de risco, como excesso de velocidade, dirigir alcoolizado, ultrapassagens indevidas, falta do uso de cinto de seguran√ßa e do uso das cadeirinhas adequadas para o transporte de crian√ßas.

Na Semana Santa do ano passado, a PRF registrou 1.091 acidentes, 82 mortos e 1.107 feridos em rodovias federais. A opera√ß√£o tamb√©m contabilizou 47,7 mil infra√ß√Ķes de tr√Ęnsito, 60 mil flagrantes de excesso de velocidade. Na ocasi√£o, 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassar em locais proibidos e orienta√ß√Ķes foram repassadas para 42,2 pessoas.

Orientação aos motoristas

Entre as atitudes que levam a um tr√Ęnsito mais seguro, a PRF destaca o planejamento da viagem, quando o motorista toma a iniciativa de se antecipar quanto √† dist√Ęncia que ir√° percorrer e buscar se informar sobre pontos em que poder√° parar para descansar, postos de gasolina e restaurantes na regi√£o e pesquisar a previs√£o do tempo para os dias de viagem.

O ideal √© que as pausas ocorram a cada tr√™s horas. √Č prudente que se cumpra esse intervalo porque quem dirige por muitas horas fica sujeito ao fen√īmeno da “hipnose rodovi√°ria”, na qual, embora a pessoa se mantenha os olhos abertos, a percep√ß√£o da realidade e a resposta corporal a eventos √† sua volta ficam comprometidas.

√Č importante tamb√©m que o motorista verifique se est√° portando toda a sua documenta√ß√£o pessoal e tamb√©m do ve√≠culo e assegurar que todo o mecanismo do ve√≠culo est√° em bom estado. Os far√≥is, por exemplo, devem reluzir de forma que o ve√≠culo ilumine a pista e possa tamb√©m ser visto por outros ve√≠culos. O conjunto de pneus deve estar calibrado e o motor, revisado, com √≥leo e n√≠vel de √°gua do radiador em dia.

Outra instru√ß√£o da PRF √© n√£o esquecer de checar se equipamentos de porte obrigat√≥rio – sobretudo pneu estepe, macaco, tri√Ęngulo e chave de roda –¬† est√£o dentro do ve√≠culo, al√©m de examinar as condi√ß√Ķes dos limpadores de para-brisa, √ļteis na visibilidade da pista.