√Ēnibus da TNSG s√£o fiscalizados periodicamente pela Prefeitura de Cachoeira

A Prefeitura Municipal intensificou desde o in√≠cio do ano de 2019 as fiscaliza√ß√Ķes aos ve√≠culos da concession√°ria de transporte coletivo de Cachoeira do Sul TNSG. O vice prefeito e Secret√°rio Municipal de Obras, Cleber Cardoso, explica que anteriormente as fiscaliza√ß√Ķes eram feitas semestralmente. A partir do m√™s de novembro do ano passado, quando as reclama√ß√Ķes come√ßaram a aumentar, elas passaram a ser mensais. Agora, elas acontecem praticamente toda a semana.

Cleber enfatiza que para somar a esta fiscaliza√ß√£o, a Prefeitura solicitou que a TNSG entregue um laudo atualizado da situa√ß√£o de cada um dos ve√≠culos. “Apesar do laudo mec√Ęnico ainda estar com o seu prazo de seis meses vigente, solicitamos um atualizado diante dos constantes problemas que tomamos conhecimento com rela√ß√£o a √īnibus estragados”, conta Cleber.

Atrav√©s de contrato emergencial, uma Prefeitura deve contratar nos pr√≥ximos dias um engenheiro mec√Ęnico para auxiliar nas fiscaliza√ß√Ķes do transporte urbano de Cachoeira do Sul. Tamb√©m est√° sendo nomeado em engenheiro el√©trico aprovado no √ļltimo concurso p√ļblico.

MINIST√ČRIO P√öBLICO ‚Äď Diante da import√Ęncia do assunto, na tarde da √ļltima quarta-feira, Cleber Cardoso e sua equipe t√©cnica da Secretaria Municipal de Obras, tiveram uma reuni√£o no Minist√©rio P√ļblico Estadual com as promotoras Maristela Schneider e D√©bora Becker, onde foram apresentadas as medidas de fiscaliza√ß√£o ao transporte coletivo. No encontro, as promotoras frisaram a import√Ęncia do olhar atento do Executivo com rela√ß√£o ao assunto e garantiram que ir√£o acompanhar os resultados das fiscaliza√ß√Ķes e a melhoria na presta√ß√£o do servi√ßo.

“O Munic√≠pio continuar√° suas a√ß√Ķes de fiscaliza√ß√£o. J√° temos a√ß√Ķes previstas para a pr√≥xima semana. Nossa miss√£o √© permitir que a comunidade seja atendida em termos de transporte coletivo de maneira satisfat√≥ria. Nosso objetivo com as fiscaliza√ß√£o e autua√ß√Ķes n√£o √© arrecadar o dinheiro das multas, mas sim buscar que a empresa encontre solu√ß√£o para a sequ√™ncia de casos de ve√≠culos que s√£o obrigados a pararem durante o transporte de passageiros”, justifica Cleber.

TNSG garante que est√° buscando solucionar os problemas

Na manh√£ desta quinta-feira, Cleber Cardoso recebeu Rog√©rio Germanos, um dos diretores da TNSG. O diretor mencionou que a empresa vem trabalhando em busca de solu√ß√Ķes para o problema. Entre elas est√° a contrata√ß√£o de um novo chefe da oficina, a contrata√ß√£o de uma empresa terceirizada para as revis√Ķes gerais e um novo funcion√°rio para revis√£o e conserto da parte el√©trica dos carros.

Balan√ßo das fiscaliza√ß√Ķes (multa para 15 ve√≠culos)

Janeiro

РMulta para 6 veículos, totalizando 400 URMs. (TNSG ingressou com recurso e processo está na Procuradoria Jurídica)

Fevereiro

РMulta para 9 veículos, totalizando 490 URMs. (Estas ainda estão dentro do prazo para recurso)

– Cada URM tem o valor de R$ 65,96, assim, as multas somam o total de R$ 58.704,40