Moradores da Vila Vargas no Piquiri não querem receber água da CORSAN

Dois servidores da secretaria de Agricultura e Pecuária fizeram uma enquete com moradores de 97 residências da localidade rural de Vila Vargas para saber se concordariam que a Corsan assumisse o fornecimento de água daquela comunidade rural, hoje abastecida por um sistema comunitário de captação e distribuição. O levantamento aconteceu nos dias 4, 5 e 6 de junho.

Do total, 61,86% (60) não querem a mudança, 37,11% (36) concordariam e 1,03% (1) não opinou. Nas 97 casas pesquisadas na Vila Vargas há 293 moradores, média de três por unidade habitacional. Os pesquisadores também constataram mais 30 residências na Vila Vargas, nas quais ninguém foi encontrado nos três dias do levantamento.

Na semana passada, o diretor financeiro da Corsan, Jorge Melo, comunicou ao secretário de Desenvolvimento, Ronaldo Tonet, que a estatal faria o investimento necessário para distribuir água na vila, desde que essa fosse a vontade da maioria dos moradores, o que não se confirmou no levantamento da Prefeitura.

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *