Governo não descarta privatização dos Correios

Mesmo com a decis√£o do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que obriga os empregados dos Correios e seus dependentes a pagar mensalidade para manter os planos de sa√ļde, o governo n√£o descarta a privatiza√ß√£o da empresa p√ļblica. ‚ÄúOs correios est√£o em uma situa√ß√£o muito dif√≠cil. Eu sei que √© muito dif√≠cil cortar direitos dos trabalhadores, mais triste √© voc√™ fechar uma empresa porque ela est√° insolvente‚ÄĚ, disse o ministro da Ci√™ncia, Tecnologia, Inova√ß√Ķes e Comunica√ß√Ķes, Gilberto Kassab.

‚ÄúO governo brasileiro, diante da conjuntura econ√īmica muito dif√≠cil, tem deixado claro que o Tesouro n√£o colocar√° recursos nos Correios‚ÄĚ, ressaltou ele, explicando que a dire√ß√£o da empresa est√° avaliando qual ser√° a nova realidade diante da decis√£o do TST.¬† ‚ÄúOu os Correios diminuem suas despesas ou v√£o passar por um processo de privatiza√ß√£o‚ÄĚ, disse