Estado registra mais quatro mortes por gripe A

Até a primeira semana de agosto, o Rio Grande do Sul registrou 28 mortes por gripe A – quatro a mais em relação ao último relatório de julho. Mesmo com o aumento a cada novo boletim epidemiológico, o número de vítimas fatais da doença é 64% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. Até agosto de 2018, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) contabilizava 79 mortes por Influenza.

Conforme a Vigilância em Saúde da SES, das quatro vítimas fatais que integraram a lista, apenas uma estava vacinada contra a gripe. Trata-se de um homem de 74 anos, morador de Canoas, que não apresentava histórico de comorbidades. O exame laboratorial apontou que a causa da morte foi o vírus H1N1.

As outras vítimas são uma mulher de 46 anos, moradora do Vale do Sol, no Vale do Rio Pardo, sem histórico de doenças e que foi vítima do vírus H1N1, um idoso de 84 anos, morador de Porto Alegre, com histórico de doença cardiovascular crônica e pneumopatia, que foi vítima do vírus H3N2, e por último, um homem de 65 anos, morador de Bagé, que morreu em decorrência das complicações do vírus Influenza B. Ele não tinha histórico de comorbidades.

 

 

 

 

fonte Gaúcha/ZH

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *