Duplicação da Br290. Deputados e Lideranças da região querem audiência com Temer

A BR 290, conhecida como corredor do Mercosul, é uma rodovia estruturante para o Rio Grande do Sul. Com as obras de duplicação praticamente paralisadas e sem recursos federais previstos no orçamento deste ano, deputados estaduais e federais e lideranças regionais decidiram unir esforços para garantir o dinheiro necessário para a continuidade da obra.

Após audiência das frentes parlamentares estadual e federal em defesa da duplicação da BR 290, realizada nesta segunda-feira  (11) em Butiá, os deputados Henrique Fontana e Luiz Fernando Mainardi anunciaram que irão solicitar reunião com o presidente Michel Temer e o ministro dos Transportes para reivindicar mais recursos para a obra. Os parlamentares também disseram que irão cobrar a presença do governador José Ivo Sartori neste encontro. “O governo Temer está abandonando a duplicação da 290. Sartori tem que entrar nesta luta que é de todo o Rio Grande”, defendeu Mainardi, que coordena a Frente na Assembleia Legislativa.

Fontana, que coordena a Frente na Câmara Federal, comprometeu-se em trabalhar pela aprovação de uma emenda impositiva da bancada gaúcha.  Mas salientou que apenas a emenda não garantirá os recursos necessários.  “O governo federal não destinou qualquer valor para este ano. Precisamos reverter esta decisão e garantir mais dinheiro do orçamento da União, além da emenda da bancada gaúcha para o orçamento de 2019”, explicou.

Novas reuniões das frentes parlamentares serão realizadas nos municípios por onde passa a BR 290. A próxima será em Cachoeira do Sul no dia 25 de junho.

Representantes de 10 municípios da região participaram da audiência em Butiá, além do Dnit e Daer. De Cachoeira apenas três Vereadores estiveram presentes. O Prefeito Sérgio Ghignatti alegando reunião de secretariado e outras prioridades não esteve no evento.

Comente este artigo..