Doses de vacinas contra a febre aftosa ser√£o reduzidas

A partir de maio, produtores rurais dever√£o reduzir as doses de vacinas contra a febre aftosa em bovinos e bubalinos dos atuais 5 ml para 2 ml. Com a mudan√ßa, o Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento (Mapa) espera diminuir a ocorr√™ncia de rea√ß√Ķes nos animais, tais como incha√ßos e caro√ßos. Al√©m disso, a medida vai facilitar o transporte do produto e reduzir custos de refrigera√ß√£o, j√° que os frascos ser√£o menores do que os utilizados atualmente.

A imuniza√ß√£o de todo o rebanho bubalino e bovino deve ser realizada no primeiro semestre, na maior parte dos estados brasileiros. As exce√ß√Ķes s√£o Acre, Esp√≠rito Santo, Paran√° ‚Äď onde as doses devem ser aplicadas em maio, somente em animais com at√© 24 meses de idade ‚Äď e Amap√°, que segue um cronograma espec√≠fico. Nesses locais, a vacina√ß√£o de todo o rebanho ser√° feita no segundo semestre.¬†O calend√°rio completo de vacina√ß√£o contra a febre aftosa pode ser conferido no site do Mapa.

Cuidados

Para preservar a sa√ļde do animal, os produtores devem seguir algumas orienta√ß√Ķes, como comprar vacinas somente em lojas registradas, verificar se as doses est√£o na temperatura adequada (entre 2¬į C e 8¬į C) e mant√™-las no gelo at√© o momento da aplica√ß√£o. O cuidado com a higiene tamb√©m √© fundamental. As agulhas precisam ser novas, adequadas e devem estar limpas.

Outras recomenda√ß√Ķes importantes s√£o agitar o frasco antes de usar, aplicar a vacina com calma, na t√°bua do pesco√ßo do animal (podendo ser no m√ļsculo ou embaixo da pele) e preencher a declara√ß√£o de vacina√ß√£o, al√©m de entreg√°-la no servi√ßo veterin√°rio oficial do seu estado, com a nota fiscal de compra das vacinas.

Brasil livre da aftosa

A redu√ß√£o das doses se inicia no m√™s em que o Brasil comemora o primeiro anivers√°rio do status de pa√≠s livre da febre aftosa com vacina√ß√£o, certificado obtido junto √† Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde Animal (OIE). O reconhecimento veio ap√≥s d√©cadas de esfor√ßos para prevenir e erradicar a doen√ßa no Pa√≠s.

O Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) prevê que a retirada total da vacinação contra a doença no Brasil deve ocorrer até 2021.

Acordos internacionais

Com a obten√ß√£o do certificado de pa√≠s livre da febre aftosa, o Brasil tem buscado intensificar o com√©rcio internacional de animais. Apenas neste ano, o governo federal j√° firmou acordos de exporta√ß√£o de s√™men e embri√Ķes bovinos e bubalinos¬†in vivo¬†e¬†in vitro¬†para o Suriname e de comercializa√ß√£o de bovinos vivos para abate para a Mal√°sia.

Em janeiro, também ficou definido que todos os produtos de origem animal exportados ou importados pelo Brasil devem ser despachados ou recebidos em apenas 21 pontos espalhados pelo País, escolhidos com base no grau de movimentação de cargas animais e na estrutura disponível para o recebimento dos produtos. A lista de locais pode ser consultada no site do Mapa.

Fonte: Governo do Brasil, com informa√ß√Ķes do¬†Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento