Deputado reeleito Heitor Schuch abre mão de receber “auxílio-mudança” de R$ 33,7 mil

O deputado reeleito Heitor Schuch (PSB/RS) vai abrir mão de receber um auxílio extra pago aos deputados eleitos a cada início de mandato. A verba, de R$ 33,7 mil equivalente a um salário parlamentar, é destinada a custear despesas de transporte e mudança para Brasília ou vice-versa e vale para deputados quanto senadores. Reeleito para o segundo mandato, Schuch não vê necessidade de aceitar o dinheiro, uma vez que já está instalado na Capital Federal, ocupando um apartamento funcional. “Não faz o menor sentido esse auxílio, que vai custar mais de R$ 20 milhões ao Congresso. É uma questão de bom senso e coerência”, afirma Schuch. “Cada um tem que fazer sua parte para equilibrar as finanças do país”, justifica.

O anúncio foi feito durante a Assembleia Geral da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), realizada na última sexta-feira (30), no parque Assis Brasil, em Esteio. O pedido formal de renúncia do valor será protocolado esta semana na Câmara.

Comente este artigo..