Avanço da colheita gaúcha segue pressionando cotações do arroz

Os preços brasileiros do arroz seguem pressionados pelo avanço da colheita no Rio Grande do Sul, principal referencial nacional. Com o aumento da oferta, o preço médio da saca de 50 quilos de arroz irrigado foi cotado a R$ 39,14 nesta quinta-feira (14), um recuo de 2,97% no acumulado de 30 dias. Porém, ainda sendo 11,81% superior ao mesmo período de 2018.

 

A cultura de arroz chegou a 22% da área já colhida e 42% já estão maduros no Rio Grande do Sul. Outros 25% da área estão em enchimento de grãos e 4% em floração. A área total de arroz no Estado nesta safra é estimada em pouco mais de um milhão de hectares. Em média no Estado, estas lavouras estão apresentando produtividade de 7.606 kg/ha, 3,22% inferior à média da safra anterior. As informações são da Emater.

 

O sexto levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra brasileira 2018/19 de arroz indica produção de 10,636 milhões de toneladas, o que representa um decréscimo de 11,8% sobre as 12,064 milhões de toneladas de 2017/18. No levantamento anterior, a estimativa era de 10,698 milhões de toneladas.

 

A área plantada com arroz na temporada 2018/19 foi estimada em 1,716 milhão de hectares, ante 1,972 milhão semeados na safra 2017/18. A produtividade das lavouras foi estimada em 6.195 quilos por hectare, superior em 1,3% aos 6.118 quilos por hectare na temporada passada.

 

O Rio Grande do Sul, principal Estado produtor, deve ter uma safra de 7,474 milhões de toneladas, equivalendo a um recuo de 11,7%. A área prevista é de 1,001 milhão de hectares, perda de 7,1% ante os 1,077 milhão de hectares de 2017/18, com rendimento esperado de 7.466 quilos por hectare, ante 7.851 quilos da anterior.

 

Agência SAFRAS

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *