Governador Leite diz que restrição no Estado não irá terminar em menos de 10 dias

As medidas de restrição à circulação de pessoas no Rio Grande do Sul não serão revistas pelo governo gaúcho até o final da próxima semana. A afirmação foi feita pelo governador Eduardo Leite, em uma manifestação pela internet, nesta quinta-feira (26). Para ele, um relaxamento nas regras, que incluem a redução de atividades econômicas, só irá ocorrer após análise do avanço do coronavíruso Estado e da capacidade de atendimento da rede.

— A quarentena deve ir, pelo menos, até o final da próxima semana, e durante a próxima semana vamos avaliar os dados, as informações da evolução do quadro de contágio no Estado, para compreendermos melhor a curva que estamos tomando e também para compreender os instrumentos que teremos para enfrentar os quadros que vão se agravar — disse.

A manifestação de Eduardo Leite ocorreu após questionamento sobre um manifesto divulgado nesta quinta-feira por entidades empresariais, com a sugestão de prazos para a retomada da atividade econômica no Estado. O texto pede que o retorno ocorra, gradativamente, a partir de 1º de abril, com metade do quadro de pessoal. Já o restabelecimento pleno ficaria para 6 de abril.

 

 

fonte Gaúcha/ZH

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *