Trânsito na rotatória das 5 esquinas deve ser liberado segunda-feira. Carretas e Bi-Trens não poderão passar

A obra da rotatória da Cinco Esquinas, em Cachoeira do Sul, idealizada pela Prefeitura com o objetivo de facilitar a travessia de pedestres e disciplinar o trânsito de veículos, deve ser concluída no final de semana. Ao mesmo tempo está definida a sinalização e a implantação de faixas de segurança elevadas, além da iluminação.

Na área da rotatória, veículos leves, ônibus e caminhões de pequeno porte terão acesso, no entanto, carretas e bitrens não poderão passar. Placas de sinalização vão indicar esta proibição, conforme o secretário de Obras, Isaias Machado.

Ele disse que o ritmo da obra está acelerado e que, possivelmente, a partir da próxima segunda-feira (17) o trânsito na rotatória estará liberado, apesar de que o complemento final dependa da colocação de asfalto. A obra está a cargo da Conpasul, empresa contratada pela Prefeitura a custo de R$ 200 mil.

Em todos os acessos à rotatória haverá faixa . Duas serão elevadas: na Rua Bento Gonçalves e na Avenida Brasil. Placas indicativas já foram instaladas o que significa, conforme o secretário, que o motorista ao se aproximar da rotatória terá que ter atenção. “Tudo estará sinalizado”, garantiu. O Motorista para acessar a rotatória terá que parar duas vezes: uma em razão da faixa de segurança e outra devido aos veículos que estão na rotatória que tem preferência.

No canteiro central da rotatória, haverá uma sinalização especial com lâmpadas de Led o que permitirá ampla visualização para pedestres e motoristas. Pelo menos, é o que garante o secretário de Obras. “Teremos o apoio da RGE”, informou.

IMPORTANTE

O trânsito na região da rotatória continua interrompido. No entanto, o acesso para empresas, moradias e instituições da área está liberado. Desde o início da obra na semana passada, os agentes de trânsito orientam os motoristas.

PROJETO PAISAGÍSTICO

A rotatória ainda terá um projeto paisagístico. Foi anunciado que a Prefeitura gastaria cerca de R$ 40 mil,  no entanto, o governo informou que conseguiu a parceria de uma empresa. Neste caso, esta empresa, que não teve o nome divulgado, vai se encarregar do ajardinamento da rotatória.

VALOR

A obra da rotatória ultrapassa os R$ 200 mil. É que antes da contratação da empresa Conpasul, a Secretaria de Obras já trabalhava na área, principalmente, na canalização pluvial.

 

 

 

 

 

fonte Jornal O Correio

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *