Balardin denuncia déficit na Prefeitura de Cachoeira de mais de R$ 74 milhões

O Ex vereador e pré candidato a Prefeitura de Cachoeira nas eleições de 2020, Leandro Balardin, usou as redes sociais nesta sexta-feira, para denunciar o   endividamento do poder Executivo de  Cachoeira do Sul. Segundo ele, isso representa  12 anos de atraso, estagnação.

Explica Balardin, que   déficit ocorre quando as despesas são maiores que as receitas. Os saldos negativos das contas municipais geram dívidas. e no futuro, no curto ou longo prazo esta dívida terá que ser paga com recursos do povo cachoeirense.

Conheça a realidade da gestão fiscal de Cachoeira do Sul nos últimos 12 anos:

Ghignatti e Trojahn – R$ 25.153.368,36 MILHÕES (2009 a 2012)

Neiron e Mariana – R$ 49.623.444,56 MILHÕES (2013 a 2016)

Ghignatti e Cleber – R$ 49.082.551,37 MILHÕES (2017 a 2019, falta fechar 2020)

A atual gestão Ghignatti e Cleber , em três anos superou 49 milhões. Tudo indica que vão passar em voo de cruzeiro 2020 com mais de 50 milhões de déficit. Além disso  a dívida fundada da prefeitura se aproxima de R$ 80 milhões. Os constantes empréstimos, parcelamentos do Faps (Fundo de Aposentadoria e Pensão do Servidor) agravaram e já comprometem muito do futuro dos Cachoeirenses disse os ex Vereador.

 

 

 

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *